Parasitas Comuns nos Gatos

Parasitas Comuns nos Gatos

Vários parasitas internos e externos podem infectar gatos. Para te auxiliar a saber um pouco mais sobre eles, separamos uma lista dos que são mais comuns. 

Vale lembrar, que o diagnóstico sempre é feito pelo Médico Veterinário através de exames e a melhor forma de prevenção, é fazendo o controla parasitário adequado para o seu bichano.

Parasitas intestinais nos gatos

Parasitas Comuns nos Gatos

Os parasitas intestinais incluem lombrigas, ancilostomídeos e tênias, elas podem ser facilmente vistas nas fezes.

E essas infecções são transmitidas dessa forma, os ovos acabam saindo nas fezes ou então, a mamãe gata pode transmitir para seus filhotes pela placenta ou leite.

Para piorar, a infecção pode ser transmitida de maneira secundária, com a ingestão de larvas em pulgas e até mesmo no tecido de algumas presas, como os camundongos. 

Esses vermes, causam muito dano em todo o trato digestivo e acarretam na perda de sangue, eles também são responsáveis por interferir na absorção correta dos nutrientes, terrível né?

Para a identificação, não existe muitos mistérios, uma amostra fecal já é capaz de identificar se já há presença de ovos, para isso, as amostras fecais sempre devem ser testadas, principalmente se o seu gato mora mais em regiões de interior.

  • Realizar um exame de fezes pelo menos uma vez ao ano
  • Se o seu bichano veio de outro país, é importante que ele seja testado pelo menos duas vezes

Você deve estar se perguntando se esse tipo de verme acomete as pessoas. Fique tranquilo, eles não vão te causar uma infecção intestinal se você não tiver contato, mas vale ficar atento, porque os ancilóstomos podem causar dor abdominal intensa, enterite e se desenvolvem nas pessoas com o sistema imunológico enfraquecido.

As larvas de lombrigas, são extremamente perigosas, quando são ingeridas pelos humanos, podem infectar gravemente, se alojando em órgãos sensíveis, olhos e no feto.

A melhor forma de prevenção, é sempre limpar as caixas de areia com frequência – indicado pelo menos uma vez na semana; lavar sempre bem as mãos após ter contato com a cama do gato, fezes, vômito e qualquer outro tipo de fluido.

GRÁTIS! Livro Digital: Como Parar De Envenenar Seu Gato Com Rações Ruins (Mesmo As Mais Famosas)

Parasitas Comuns nos Gatos

Descubra como e por que MESMO AS RAÇÕES MAIS CARAS podem estar fazendo MUITO MAL ao seu bichano e TIRANDO ANOS da vida dele! (E como se prevenir disso)

Download 100% GRATUITO! Insira seu melhor e-mail para receber.>

Fique tranquilo, a gente também ODEIA SPAM! Com a gente, seu e-mail está completamente SEGURO!

(Mais de 90 mil downloads)

Protozoários nos gatos

Parasitas Comuns nos Gatos

Os gatos também podem ser infectados com protozoários, como coccídios ou toxoplasmose, que é muito conhecida pelos tutores dos bichanos. Estes são parasitas microscópicos vivem dentro das células do trato digestivo.

Sem dúvidas o que gera mais preocupação é a toxoplasmose, ela é transmitida por ovos ou de forma indireta, quando há cistos infecciosos na carne crua (que pode estar nas presas).

A toxoplasmose causa distúrbios digestivos leves em gatos, mas pode causar doenças mais graves se transmitida às pessoas. 

Quando os humanos são infectados, as mulheres grávidas correm grande risco, além de crianças pequenas e pessoas que já tenham o sistema imunológico comprometido (pessoas com AIDS ou que realizam quimioterapia).

Organismos ingeridos podem migrar por todo o corpo, causando danos a órgãos importantes (incluindo o cérebro) ou a um feto em desenvolvimento. 

As pessoas em risco podem prevenir a infecção não manipulando fezes de gatos, utilizando luvas e higienizando bem as mãos após a limpeza das áreas que o bichano fica, além de não ingerir carne crua ou mal passada.

Vermes em gatos

Parasitas Comuns nos Gatos

Outros parasitas internos dos gatos incluem vermes (vermes chatos que podem infectar o intestino ou o fígado) e vermes pulmonares. 

Os gatos que tem acesso a espaço externo são propensos a essas infecções, especialmente se vivem ou caçam perto da água. 

Isso acontece porque os caracóis ou sapos são hospedeiros de uma larva ou verme que se aloja no pulmão. Para descobrir também esse tipo de infecção é realizado um exame com amostras das fezes.

Dirofilariose nos gatos

Parasitas Comuns nos Gatos

A dirofilariose é conhecida como o verme do coração, ela é transmitida por mosquitos e infelizmente não há um tratamento eficaz, apenas a prevenção, dependendo do grau que a doença está.

Ela é mais comum de ocorrer em regiões litorâneas, o tratamento é feito com o uso de medicação mensal e também pode ser necessário realizar cirurgia, porque os vermes ficam alojados dentro das câmaras cardíacas, dificultando o seu funcionamento.

Parasitas externos nos gatos

Parasitas Comuns nos Gatos

Os parasitas externos incluem pulgas, carrapatos, ácaros da sarna e ácaros da orelha. 

Estão disponíveis tratamentos preventivos mensais para controlar pulgas e carrapatos, que são comprimidos específicos ou então soluções liquidas que devem ser passadas na pele. 

Os ácaros da sarna podem ser detectados raspando a pele das áreas infectadas quando há sinais de ácaros ou ovos. 

Os sinais de sarna incluem áreas escamosas vermelhas ou manchas calvas na pele, ou ambas. Um tipo de sarna chamado Cheyletiella é denominado “caspa ambulante”. 

Este ácaro grande causa coceira ao longo da superfície da pele, enquanto outros ácaros da sarna residem mais profundamente nas camadas da pele ou nos folículos capilares. 

As pessoas também podem ficar infestadas com os ácaros da sarna ( Sarcoptes ) e Cheyletiella .

Gatos que tem mais contato com o ar livre também podem ficar infestados de larvas de Cuterebra , que é um estágio de desenvolvimento de uma mosca específica. 

As larvas são comumente encontradas ao redor de roedores e coelhos, e se enterram sob a pele de gatos. Isso resulta em um grande inchaço sob a pele, geralmente ao redor da área da cabeça ou pescoço, com um pequeno orifício redondo na superfície da pele. 

O tratamento consiste em remover a larva e tratar a ferida resultante.

Ufa! Nós não queremos ver ninguém neurótico por conta de todos esses parasitas, as informações foram apenas a título de curiosidade, para vocês entenderam o que seus bichanos podem estar expostos.

Com todos os cuidados com controle parasitário e vermífugo, é muito difícil que seu bichano seja acometido por qualquer um desses parasitas.


Você já sabia tudo que falamos aqui? Comenta ali no final “Não foi novidade”. Se aprendeu algo novo, comenta “Eu não sabia ….”.

Não se esqueça de conhecer nossas mídias sociais (temos conteúdos exclusivos para cada uma delas!):


Quer aprender mais?

Se quiser saber mais sobre o Guia Para Um Gato de 14 Vidas, que foi de onde eu tirei as informações (e de onde eu tiro 99% das dicas que eu mando pra vocês), pode clicar AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *