Os Gatos Podem Ser Animais De Terapia?

Os Gatos Podem Ser Animais De Terapia?

Índice da Matéria: "Os Gatos Podem Ser Animais De Terapia?"

Muitas pessoas não sabem, mas existem diversos bichanos que atuam como animais terapeutas, acontece que muitos não estão acostumados a ver isso.

É mais comum nós estarmos familiarizados com cães terapeutas, que fazem visitas a hospitais, escolas, comunidades e qualquer lugar que faça algum tipo de trabalho voluntário e assistência.

Talvez você possa ter visto na TV que outros animais também estão presentes nessas terapias, como os porcos de estimação, cavalos e outros, mas onde entram os gatos nessa história?

Calma, nós vamos explicar e vai que o seu gato esteja no padrão para ser um bichano de terapia.

GRÁTIS! Livro Digital: Como Parar De Envenenar Seu Gato Com Rações Ruins (Mesmo As Mais Famosas)

Os Gatos Podem Ser Animais De Terapia?

Descubra como e por que MESMO AS RAÇÕES MAIS CARAS podem estar fazendo MUITO MAL ao seu bichano e TIRANDO ANOS da vida dele! (E como se prevenir disso)

Download 100% GRATUITO! Insira seu melhor e-mail para receber.>

Fique tranquilo, a gente também ODEIA SPAM! Com a gente, seu e-mail está completamente SEGURO!

(Mais de 90 mil downloads)

Os gatos são bons animais de terapia?

Os Gatos Podem Ser Animais De Terapia?

Todos os animais de estimação possuem diversos benefícios a saúde, inclusive promovem um efeito terapêutico, essa regra não foge aos nossos bichanos. Algumas pesquisas mostraram que até o ronronar traz muitos benefícios para a nossa saúde.

Já falamos até anteriormente nesse artigo aqui sobre o poder dos gatos na cura das doenças.

Em outras pesquisas foram relatados que os gatos são capazes de:

  • Reduzir o estresse
  • Diminuir a pressão arterial
  • Desencadeiam emoções positivas

Só com esses 3 tópicos já dá para perceber que os gatos são ótimos terapeutas, mas qual é a comparação com os cães?

Os gatos geralmente são mais teimosos ou ariscos, isso varia de gato para gato, já que existem gatos que são extremamente amigáveis e atenciosos.

Para serem certificados como animais de terapia, os gatos precisam atender certos requisitos dentro do projeto que ele irá participar, e eles podem se sair tão bem quanto os cães. Algumas das raças que podem se encaixar bem nesse trabalho são:

  • SRD (Sem raça definida – dependendo do comportamento)
  • Maine Coon
  • Sphynx
  • Birmans
  • Ragdolls
  • Tonkingese
  • Bobtail
  • Scottish Fold
  • American Curl

Como que o gato pode se tornar um gato de terapia?

Os Gatos Podem Ser Animais De Terapia?

Se o seu gato é naturalmente amigável e fica bem à vontade com pessoas que ele não conhece, certamente ele já é um ótimo candidato para o treinamento terapêutico de animais.

Existem diversas organizações que oferecem esse treinamento, basta procurar e realizar alguns testes para identificar se o seu bichano atende a esses requisitos.

Embora cada organização possa prezar por pontos de avaliações diferentes, nós separamos alguns para você se atentar:

  • O gato deve ter pelo menos 1 ano de idade
  • O gato deve ter vivido com você por 6 meses
  • O gato não deve ser agressivo com pessoas e outros animais
  • O gato não deve ter medo de pessoas e outros animais
  • O gato deve se sentir confortável enquanto usa guia ou peitoral
  • O gato deve estar com a vacinação e vermifugação em dia
  • O gato deve ter controle de pulgas e carrapatos em dia também

Além desses requisitos, o seu gato precisará passar por alguns testes.

Nesses testes serão avaliadas a capacidade do bichano interagir com outras pessoas, como lidar com o estresse de um hospital ou um ambiente semelhante.

Muitas vezes, aqueles gatos que sempre vão em feiras de exposição e participam de competições são candidatos excelentes, porque eles já estão acostumados a serem manipulados por pessoas desconhecidas, não se incomodam com salas lotadas e barulhos diferentes.

Assim que o seu gato terminar o treinamento ele precisará ser avaliado novamente.

Caso ele seja aprovado passará por um período de testes. A duração do teste varia em cada organização.

Caso ele seja aprovado no período de testes, receberá um certificado de gato terapeuta e estará pronto para começar a trabalhar.

Vale lembrar que não são todos os gatos que se encaixam como bons candidatos a se tornarem animais de terapia – é necessário um tipo de personalidade bem específico e um treinamento que pode ser extenso.

Se você acredita que o seu gato poderia se encaixar nessa função e se você como tutor tem tempo disponível para participar de um projeto voluntário, entre em contato com alguma organização ou programa de certificação de animais terapeutas para obter mais informações e realizar um teste.


Você já sabia tudo que falamos aqui? Comenta ali no final “Não foi novidade”. Se aprendeu algo novo, comenta “Eu não sabia ….”.

Não se esqueça de conhecer nossas mídias sociais (temos conteúdos exclusivos para cada uma delas!):


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *