O Que Você Deve Saber Sobre A Doença Felina Do Trato Urinário Inferior

O Que Você Deve Saber Sobre A Doença Felina Do Trato Urinário Inferior

A doença do trato urinário inferior, é apelidada carinhosamente de DITUIF, ela acomete nossos amigos felinos, atingindo a uretra e vesícula urinária (bexiga).

Ela é caracterizada pela dificuldade em urinar, dor nesse momento, presença de sangue na urina, alguns gatos urinam fora da caixinha, pode ter bloqueia parcial ou total da uretra, micção frequente ou anormal.

A boa notícia entre todos esses sinais clínicos, é que a DITUIF tem tratamento, e claro, é importante levar o seu bichano ao veterinário, para tratar essa condição desconfortável o quanto antes.

Sinais clínicos da DITUIF em gatos

O Que Você Deve Saber Sobre A Doença Felina Do Trato Urinário Inferior

Novamente, saber como identificar os sinais clínicos da DITUIF é o primeiro passo para conseguir ajudar o seu gato o quanto antes.

Observe os seguintes sinais clínicos e comente eles com o seu médico veterinário:

  • Urina turva ou com sangue
  • Dificuldade para urinar ou urina em pequena quantidade
  • Micção frequente ou várias idas a caixinha de areia
  • Dor ao urinar ou excesso de força ao urinar
  • Fica muito tempo na caixinha de areia
  • Alguns gatos evitam a caixa de areia e urinam fora da caixa
  • Letargia, vômito
  • Lambedura em excesso na região
  • Abdômen distendido e rígido

Leia Mais: Livros Digitais Sobre Gatos Que Podem Fazer Com Que Seu Gato Viva Até Duas Vezes Mais Que a Média Normal


As causas da doença felina do trato urinário inferior

O Que Você Deve Saber Sobre A Doença Felina Do Trato Urinário Inferior

Comentando sobre as causas, os machos acabam sendo os mais acometidos por essa condição, porque a sua anatomia da região é diferente da anatomia da fêmea, proporcionando o aparecimento da condição.

As causas incluem:

  • Acúmulo de detritos, cristais ou pedras na uretra ou bexiga
  • Anormalidade congênita – o gato já nasceu com uma alteração
  • Tampão uretral
  • Infecção ou inflamação da bexiga
  • Estresse
  • Doenças endócrinas como diabetes ou hipertireoidismo
  • Lesão ou tumor dentro do trato urinário

Veja Mais:

Opções de tratamento para DITUIF em gatos

O Que Você Deve Saber Sobre A Doença Felina Do Trato Urinário Inferior

Novamente, se o seu bichano apresentar qualquer um dos sinais clínicos citados acima, é importante levá-lo ao veterinário.

Se o gato apresentar um bloqueio urinário, essa condição pode ser muito ruim, podendo provocar insuficiência renal, e até mesmo ruptura da bexiga.

Isto pode fazer com que a urina fique solta no abdômen prejudicando os órgãos.

Além disso, se o seu gato estiver realmente obstruído, tenha muito cuidado, e nunca pressione a bexiga.

Sempre o leve para o veterinário examiná-lo corretamente.

Assim que o gato for diagnosticado com a DITUIF, o veterinário irá determinar o tratamento adequado.

Pode ser recomendado o uso de medicamentos, como antibióticos e outros.

Mas acima de tudo, é importante que tenha uma mudança na quantidade de água que o gato ingere e também uma mudança na dieta.

Outras opções de tratamento incluem acidificantes urinários, e expulsão de cálculos pela uretra. 

Se houver um bloqueio uretral em seu gato macho, um cateter urinário pode ser usado, ou ele pode precisar de cirurgia. 

A cirurgia também pode ser recomendada se houver uma anormalidade congênita ou se houver cálculos grandes na bexiga ou um tumor.

Somente com exames o veterinário poderá responder qual é a conduta adequada para o gato no momento.


Leia Mais: E-books Mostram Como Prevenir Doenças Em Gatis e Assim Evitar Perder Seu Filhinho Peludo Antes da Hora


Mudanças na dieta do gato

O Que Você Deve Saber Sobre A Doença Felina Do Trato Urinário Inferior

Dependendo do diagnóstico e dos tipos de pedras ou cristais que afetam seu gato, o veterinário pode recomendar algumas mudanças na dieta, para garantir que o problema não volte a ocorrer.

E você pode estar se perguntando: como a alimentação pode estar relacionada com isso, aqui vai a explicação:

  • Certos tipos de cálculos urinários irão criar uma urina ácida, enquanto outros irão criar uma urina mais alcalina, então seu veterinário irá ajudá-lo a modificar a dieta do seu gato, talvez usando fórmulas de dieta com prescrição, para trazer o pH de volta ao equilíbrio.

Se o seu gato tem que lidar com a presença persistente de cristais urinários que podem causar bloqueios, seu veterinário também pode recomendar mais alimentos úmidos e eliminar ou reduzir a alimentação de alimentos secos.

Isso ocorre porque os alimentos úmidos ajudam a limpar a bexiga e a uretra, aumentando o volume da urina e diluindo a concentração de irritantes químicos, substâncias e toxinas que podem criar cálculos e inflamação.

Manter a saúde do trato urinário do seu gatinho é importante, então definitivamente converse com seu veterinário sobre as medidas que você pode tomar para prevenir os problemas antes que eles ocorram. 


Você já sabia tudo que falamos aqui? Comenta ali no final “Não foi novidade”. Se aprendeu algo novo, comenta “Eu não sabia ….”.

Não se esqueça de conhecer nossas mídias sociais (temos conteúdos exclusivos para cada uma delas!):


Quer aprender mais?

Se quiser saber mais sobre o Guia Para Um Gato de 14 Vidas, que foi de onde eu tirei as informações (e de onde eu tiro 99% das dicas que eu mando pra vocês), pode clicar AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *