Meu Gato Está Triste?

Meu Gato Está Triste?

Nós sabemos que cada gato tem sua própria personalidade, alguns são muito extrovertidos, comparados com os outros.

Mas é preciso se atentar quando um gato tem um determinado tipo de comportamento, e repentinamente fica quieto e reservado, isso pode ser preocupante.

Na maioria dos casos, o tutor de gato não tem ideia do que pode estar acontecendo para o gato estar triste.

Mas, ao olhar para alguns sinais, você pode ficar tranquilo sabendo que pode ser temporário. 

Veja Mais:

Por isso, vamos comentar sobre alguns dos sinais e causas, para você se atentar com esses comportamentos.

Sinais que o gato está triste

Meu Gato Está Triste?

Nós separamos alguns dos sinais que podem indicar que o gato está triste, esses são os mais comuns, mas vale lembrar, que cada gato por ter uma manifestação diferente.

Sempre se atente em qualquer mudança no comportamento do seu gato e se possível, grave, anote a frequência, porque isso poderá ajudar o Médico Veterinário especialista.

  • Mudanças na vocalização em gatos: Seu gato pode miar mais ou menos do que o normal. Essas são indicações muito audíveis de que seu gato pode estar infeliz. Esses ruídos infelizes são geralmente miados baixos e tristes. Os ronronados, por mais fofos que sejam, nem sempre indicam felicidade, e um gatinho infeliz também pode ronronar mais como uma forma de se consolar. Outros gatos que normalmente que são muito comunicativos podem ficar quietos, enquanto gatos quietos podem passar a se comunicar mais para indicar que algo está errado.
  • Linguagem corporal dos gatos: às vezes, a linguagem corporal do seu gato pode indicar sua infelicidade, e há muitas posições dos olhos, das orelhas, dos pelos e do corpo que podem indicar isso. Orelhas para trás, cauda dobrada, pelagem em pé e outros sinais corporais são formas de comunicação silenciosa de que seu gato pode estar triste.
  • Agressão ou medo em gatos: gatos tristes tendem a ser mais reativos, e agir com agressão ou medo. Se você notar mudanças de comportamento que resultem em seu gato ficar assustado ou anormalmente agressivo, ele pode ficar triste.
  • Mudanças no comportamento ou personalidade dos gatos: um gato triste pode perder o interesse nas atividades que ele adorava fazer, alguns podem se tornar reclusos e se escondem muito. Gatos mais quietos podem se tornar muito grudentos ou exigentes, e o medo de estranhos também pode acontecer, e ainda pode se tornar mais evidente quando o gato está triste.
  • Sono excessivo em gatos: os gatos normalmente dormem muito, isso é natural do comportamento deles, mas os gatos tristes ou deprimidos dormem ainda mais. Se houver mudanças na localização de um local favorito para dormir, isso também pode indicar tristeza.
  • Mudanças na aparência em gatos: Isso pode ser um sinal de infelicidade e problemas de saúde. Gatos que não se sentem bem, ou estão deprimidos muitas vezes param de se arrumar, deixando a aparência muito desleixada.
  • Redução do apetite em gatos: se o seu gato parou de comer, ou você notou uma mudança repentina no apetite, ele pode estar chateado com alguma coisa, claro que esse sinal não é específico de tristeza, porque a ausência de alimentação pode estar relacionada com muitas coisas. Mas no geral, alguns gatos quando estão chateados, podem perder o interesse momentâneo de comer até seus petiscos favoritos.
  • Mudança no comportamento das necessidades fisiológicas: um gato triste pode usar seu próprio cheiro para se sentir melhor urinando em locais inadequados. Geralmente urinar fora da caixinha da areia já é um sinal de que algo errado está acontecendo, depressão e estresse estão no topo da lista. E novamente, esse sinal também pode ser indicativo de outras doenças, então é importante se atentar nesse comportamento.
  • Gatos com coceira: se o seu gato estiver triste ou deprimido, ele pode começar a coçar os objetos mais do que o normal para aliviar o estresse, e marcar seu território. Em alguns casos de estresse elevado, os gatos podem se lamber excessivamente, promovendo automutilação, na tentativa de liberar hormônios que causem sentimentos bons, e isso acaba se tornando um comportamento vicioso.

GRÁTIS! Livro Digital: Como Parar De Envenenar Seu Gato Com Rações Ruins (Mesmo As Mais Famosas)

Meu Gato Está Triste?

Descubra como e por que MESMO AS RAÇÕES MAIS CARAS podem estar fazendo MUITO MAL ao seu bichano e TIRANDO ANOS da vida dele! (E como se prevenir disso)

Download 100% GRATUITO! Insira seu melhor e-mail para receber.>

Fique tranquilo, a gente também ODEIA SPAM! Com a gente, seu e-mail está completamente SEGURO!

(Mais de 90 mil downloads)

Por quais motivos um gato pode ficar triste?

Meu Gato Está Triste?

Podem haver vários motivos pelos quais um gato fica deprimido.

E ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, os gatos são animais que também possuem sentimentos, eles gostam de se relacionar com humanos e outros animais, e podem ficar tristes quando algo acontece.

Não importa o motivo, certifique-se de dar mais tempo e atenção a ele até que seu nível de felicidade melhore. 

As doenças podem fazer com que o seu gato não se sinta bem e até possivelmente sinta dores.

Obviamente a sensação da dor é muito desconfortável, fazendo com que o gato não sinta vontade de brincar e de se alimentar, alguns podem inclusive sentir náuseas, redução no nível de energia.

Algumas doenças podem provocar sinais assim como:

  • Lipidose hepática
  • FIV
  • FeLV
  • Doenças respiratórias superiores
  • Diabetes
  • Hipotireoidismo
  • Doenças orais
  • Entre outras doenças e sinais clínicos

Se você suspeita que seu gato está deprimido porque está doente, você deve marcar uma visita com seu veterinário o mais rápido possível, para diagnosticar qual é a causa e se livrar do desconforto o quanto antes.

As lesões ou então ferimentos, podem fazer com que o gato fique triste, porque ele sente incômodo, e dependendo de onde for a lesão, qualquer movimento pode machucar, provocando dor.

Certifique-se de seguir as recomendações do seu veterinário em relação ao alívio da dor, ou se seu gato parecer estar com dor, marque uma consulta para verificar qual é a causa dessa dor. 

Mesmo realizando cirurgias, ou então, ferimentos antigos podem causar dor ou desconforto persistente em seu gato e podem exigir o alívio da dor crônica.

Perder um membro da família é sempre difícil para todos os envolvidos, e seu gato não é exceção.

Quando um membro da família, independentemente de ser humano, ou um animal de estimação, seja mudando de casa ou então vindo a óbito, seu gato pode sofrer e ficar deprimido. 

Normalmente, este é um comportamento temporário e com algum tempo o seu gato voltará ao normal. 

Se o seu gato está deprimido porque outro gato da casa faleceu, ele pode se beneficiar com um novo amigo gato (ou não). 

Seja cauteloso nesse momento e pode ser que nesse momento delicado, seja preciso fazer um acompanhamento com um especialista em comportamento animal.

Mas também existem remédios naturais, como ferormônio, suplementos nutricionais, florais que podem ajudar seu gato a ser mais feliz enquanto isso.


Você já sabia tudo que falamos aqui? Comenta ali no final “Não foi novidade”. Se aprendeu algo novo, comenta “Eu não sabia ….”.

Não se esqueça de conhecer nossas mídias sociais (temos conteúdos exclusivos para cada uma delas!):


Quer aprender mais?

Se quiser saber mais sobre o Guia Para Um Gato de 14 Vidas, que foi de onde eu tirei as informações (e de onde eu tiro 99% das dicas que eu mando pra vocês), pode clicar AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *