Diabetes Em Gatos: Sintomas e Causas

Tempo de leitura: 4 minutos

Diabetes em gatos

O gato com diabetes possui uma doença praticamente igual à humana e felizmente há maneiras de controlar e superar este mal. Nesse artigo então trataremos de diabetes em gatos, sintomas de diabetes em gatos e suas causas.

Índice da Matéria ‘Diabetes Em Gatos: Sintomas e Causas’

  1. Diabetes em gatos: Quais são os primeiros sinais que o gato pode ter diabetes?
  2. Diabetes em gatos: Como tratar o seu gato com diabetes?
  3. Diabetes nos gatos: Quais as chances de o meu gato desenvolver diabetes Mellitus?
  4. Prevenção é a melhor amiga de seu gatinho

Os gatos que possuem diabetes, seja do tipo Mellitus 1 ou 2, sofrem com uma deficiência na utilização do açúcar que é obtido através de sua alimentação.

Isso ocorre porque o pâncreas é responsável por produzir insulina, a substância que assimila o açúcar, o transforma em glicose e permite que esta seja usada pelo corpo todo como fonte de energia para as atividades diárias.

Conteúdo VIP

Coloque o seu de email abaixo para receber gratuitamente dicas exclusivas!>

Veja em nossa lista VIP de e-mails muitas informações além da que damos nesse artigo sobre sintomas de diabetes em gatos.

Diabetes em gatos: Quais são os primeiros sinais que o gato pode ter diabetes?

Diabetes em gatos apresentam alguns sintomas claros, como pelos com estrutura fraca e aparência opaca, aumento de volume e frequência de urina e menos momentos de dedicados à limpeza própria, além do aumento de sede e fome, combinadas ao emagrecimento.

Esses são alguns dos principais sintomas de diabetes em gatos.

O emagrecimento ocorre porque o corpo dele vai começar a usar as proteínas e gorduras que estão armazenadas, para poder gerar energia para as atividades vitais e as atividades rotineiras, causando esta perda de peso e de massa muscular mesmo com maior ingestão de alimentos.

Diabetes em gatos: Como tratar o seu gato com diabetes?

Assim como nas pessoas, o gato com diabetes deve receber intervenção médica imediata, a qual geralmente é feita com algumas mudanças de hábitos, entre eles, a rotina alimentar, estímulos físicos e até o uso de medicação, como a aplicação de insulina.

O gato com diabetes pode superar a doença e há grandes chances de haver recuperação completa de disposição e saúde do felino. Se o dono estiver totalmente comprometido com todas as orientações veterinárias, o processo é mais rápido, menos falho e menos sofrido.

Para alguns donos, a aplicação de insulina é um grande desafio, pois além do medo de fazer a aplicação incorreta, ainda há o receio de machucar o animal durante o processo.

Para amenizar este problema e não prejudicar o tratamento de seu gato com diabetes, é preciso treinar.

Para treinar, peça orientação ao veterinário e pratique algumas vezes junto ao profissional para se sentir mais confiante e tranquilo para executar essa tarefa diariamente.

Mantenha em mente que todo o seu esforço será recompensado com a recuperação gradual do seu melhor amigo.

Veja Também: 07 Doenças Que Podem Levar Seu Gato A Morte Causadas Pelos Donos De Gatos Sem Querer E Como Evitá-las.

Diabetes nos gatos: Quais as chances de o meu gato desenvolver diabetes Mellitus?

Alguns fatores podem aumentar as chances do seu gato desenvolver a diabetes.

Alguns deles são: obesidade, idade avançada, hereditariedade, tratamentos médicos com inclusão de corticoide e esteroide, sexo ou até mesmo a raça do seu amigo pode ser um influenciador da diabetes nos gatos.

Prevenção é a melhor amiga de seu gatinho

O mais importante para tratar o seu gato é sempre se apoiar na prevenção, ser muito responsável e ter uma rotina de exames completos, tendo mais controle e diagnósticos precoces de qualquer problema que possa aparecer.

Com o Guia Para um Gato de 14 Vidas você vai poder aprender formas de cuidar e conviver melhor com o seu pet, proporcionando uma vida de mais qualidade para vocês dois!

Nesse guia você aprenderá sobre as principais doenças dos gatos, para que assim possa preveni-las ou identificá-las cedo, podendo assim inclusive salvar o seu filhinho de 4 patas de uma eventual morte prematura.

Espero que esse artigo tenha te ajudado a entender os principais sintomas de diabetes em gatos e também a como tratar diabetes nos gatos.

Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *