Antibióticos Injetáveis Para Gatos: Prós e Contras

Antibióticos Injetáveis Para Gatos: Prós e Contras

Se o seu gato precisa de antibióticos para combater uma doença, o médico veterinário pode sugerir um antibiótico injetável, existem diversas medicações assim, algumas possuem o efeito para vários dias e outras agem apenas por algumas horas. 

Mas antes de concordar com esta opção de tratamento, como é o caso do Convenia, que é um antibiótico que fica agindo no sistema por um longo período de tempo, considere os prós e os contras, descritos abaixo.

Acontece que, embora as injeções de antibióticos possam certamente ser benéficas, há vários motivos pelos quais alguns especialistas defendem seu uso.

Mas é seguro? 

Aqui está o que você precisa saber.

Veja Mais:

Os prós das injeções de antibióticos para gatos

Antibióticos Injetáveis Para Gatos: Prós e Contras

Uma das principais razões pelas quais as injeções de antibióticos são tão populares é porque os gatos podem ser difíceis de medicar quando você tem que dar-lhes antibióticos orais todos os dias. 

Alguns gatos podem ficar agitados, ou agressivos quando estão sendo medicados, enquanto outros podem ficar assustados e se esconder assim que perceberem que é hora de tomar o remédio.

E os gatos podem se estressar com facilidade nesses momentos, por isso, é tão difícil de dar medicações via oral para esses bichanos.

Para evitar estressar seu animal de estimação, e reduzir o risco de perder doses porque você se esqueceu de medicar seu gato, ou porque sua rotina o atrapalhou, um antibiótico injetável pode ser dado uma vez no consultório do veterinário.

Uma única injeção de um antibiótico, como Convenia é capaz de atuar no corpo do seu gato por até 14 dias.

Os contras das injeções de antibióticos para gatos

Antibióticos Injetáveis Para Gatos: Prós e Contras

Apesar da conveniência dos antibióticos injetáveis ​​para animais de estimação, existem algumas desvantagens a serem consideradas.

Em primeiro lugar, como acontece com qualquer medicamento, um gato pode ter uma reação adversa ao antibiótico. 

No caso de um medicamento oral, se ocorrerem efeitos colaterais, você pode entrar em contato com o seu veterinário, que provavelmente lhe dirá para interromper a administração do medicamento.

Se necessário, levar o seu bichano para o hospital, para agirem de maneira rápida contra os efeitos adversos da medicação.

Mas quando você está lidando com uma injeção, pode não ser possível fazer isso; o medicamento é projetado para ser duradouro, então seu veterinário pode não ser capaz de fazer muito, ou nada, sobre isso, ou o tratamento necessário pode ser caro.

Além disso, de acordo com especialistas, Convenia pode permanecer no corpo em níveis subterapêuticos por cerca de 65 dias após ter sido administrado. 

Em outras palavras, os efeitos colaterais dos antibióticos injetáveis ​​podem variar de leves a fatais, e muitos pais de pets podem procurar informações sobre os efeitos colaterais das medicações, isso é extremamente comum.

Afinal, é importante que nós tutores tenhamos o conhecimento dos efeitos das medicações a serem feitas.

Infelizmente, algumas pessoas podem acabar prezando pela facilidade, não pensando que isso pode ter consequências adversas.

  • Cada gato apresenta um organismo diferente, necessariamente, não são todos que terão reações a uma medicação.

Leia Mais: Livros Digitais Sobre Gatos Que Podem Fazer Com Que Seu Gato Viva Até Duas Vezes Mais Que a Média Normal


Estar informado e conversar com seu veterinário é a chave

Antibióticos Injetáveis Para Gatos: Prós e Contras

Medicamentos injetáveis, como antibióticos, têm seus prós e, quando usados ​​de maneira adequada, podem ser úteis. 

No entanto, é importante discutir as desvantagens potenciais desses medicamentos com seu veterinário. 

Pergunte sobre o que a injeção deve tratar, bem como quais são os possíveis efeitos colaterais. 

Lembre-se de que, se ocorrer uma reação adversa ou alérgica, pode não haver muito o que fazer, embora você tenha a oportunidade de interromper a administração de um medicamento oral, que também será eliminado do corpo do animal mais rapidamente do que um longo – injeção de última hora.

Sempre esteja ciente de todas essas informações, para saber como agir e ter todos os recursos possíveis em mãos, nesse momento tão importante.

Conclusão: considere pesar os prós e os contras antes de tomar uma decisão sobre os antibióticos injetáveis. 

Isso pode lhe dar mais paz de espírito e reduzir alguns riscos, e você optar por dar medicamentos orais ao seu gatinho.


Você já sabia tudo que falamos aqui? Comenta ali no final “Não foi novidade”. Se aprendeu algo novo, comenta “Eu não sabia ….”.

Não se esqueça de conhecer nossas mídias sociais (temos conteúdos exclusivos para cada uma delas!):


Quer aprender mais?

Se quiser saber mais sobre o Guia Para Um Gato de 14 Vidas, que foi de onde eu tirei as informações (e de onde eu tiro 99% das dicas que eu mando pra vocês), pode clicar AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *