10 Truques E Dicas Que Fazem Bem Para a Saúde Do Seu Gato

Tempo de leitura: 8 minutos

10 Truques E Dicas Que Fazem Bem Para a Saúde Do Seu Gato

Quem tem gato sabe que é quase impossível não tratar como um membro da família! Na verdade existem diversos relacionamentos, mas os cuidados com seu gato não podem faltar, principalmente quando o assunto é saúde.

O coração chega a apertar só de pensar em ver um gato doente ou tendo algum problema, por isso separamos alguns cuidados que fazem bem à saúde do seu companheiro. Pequenas atitudes como essas que listarei, prologam e oferecem uma qualidade de vida melhor ao seu bichano.

Alguns cuidados podem parecer até bobos, mas é importante frisar que o organismo animal é diferente do humano e reagimos de diferentes formas, por isso algumas medidas são necessárias.

Bom vamos começar então com 10 cuidados que fazem bem à saúde do seu gato.

  1. Alimentação

    Alimentação Para Gatos
    Alimentação Para Gatos


Esse tópico é um tabu para muitas pessoas que criam gato, muitos donos dão comida de verdade e isso não é certo, pois o organismo animal não está preparado para processar todos os nutrientes da alimentação humana, sem contar que isso pode prejudicar o futuro do seu pet.

O que vamos sugerir aqui é uma alimentação mais saudável. Especialistas afirmam que animais que comem quantidades suficientes têm qualidade de vida melhor e vivem mais.

Calma, antes de você reduzir a quantidade de ração que você dá ao seu gato, faça aos poucos até que ele se acostume, e, lógico, também visite o veterinário, ele pode indicar a porção correta para manter uma dieta saudável.

Alguns recomendam dar frutas e legumes em algumas partes do dia, até ração caseira e depois a porção de ração.

Isso tudo é preocupação com o bem-estar e qualidade de vida. Animais acima do peso podem desenvolver problemas no coração, dependendo da raça pode até agravar algum problema específico, então cuide da alimentação, não dê comida, dê ração (e ração de qualidade! Tem que saber escolher, se quiser saber mais sobre o assunto clique aqui).

  1. Ração

Aproveitando o gancho da ração, sabia que manter a ração no saco plástico, aquele grandão ou pequeno, que fica naquele canto pode ser prejudicial à saúde? A comida do seu gato pode ficar sem sabor e “envelhecida” se demorar muito tempo para consumir.

Imagine você deixar um prato de comida em cima da mesa por horas, mesmo que não estrague, não será fresca e não terá uma aparência e consistência agradável, e é o mesmo que acontece com a ração do seu bicho de estimação.

O conselho para esse caso é guardar em potes, lugares fechados que mantém a qualidade e sabor da ração por mais tempo, igual fazemos quando guardamos comida na geladeira, colocamos em potes para consumir depois.

Com os animais não é diferente, você pode cuidar melhor da alimentação do seu companheiro.

  1. Vacinação

    Vacinação Para Gatos
    Vacinação Para Gatos


A vacinação de longe é o melhor cuidado que você pode ter com o seu gato, mesmo grande ou pequeno, porque há uma série de doenças que podem ser prevenidas a tempo.

Os principais infectados são os filhotes, por isso é importante imunizá-los enquanto é tempo. Um sistema fortalecido garante muito mais tempo e qualidade de vida.

Consulte seu veterinário, ele montará uma carteirinha e um cronograma de vacinação.

  1. Segurança do seu gato

Sabemos que os gatos são muito independentes e muitos saem sem que seus donos percebam, muitos acidentes acontecem envolvendo animais.

Por isso, é importante que seu gato deva ter o mínimo ou nenhuma possibilidade de perambular pela rua.

Não é que estamos aprisionando o gato, entenda que o gato tem características diferentes de qualquer outro animal, ele é pequeno, curioso e está sujeito a muitas situações perigosas que infelizmente não saberão lidar.

Cuidar do ambiente onde o gato vive envolve algumas mudanças na estrutura, como instalar telas no caso de residências com sobrado ou apartamentos.

  1. Incentivar seu gato beber mais água
    Incentive Seu Gato a Beber Mais Água
    Incentive Seu Gato a Beber Mais Água

Se você acha que seu gato bebe pouca água, incentive ele a beber, ainda mais se a alimentação fora apenas de ração seca. Não sei se você sabe, mas ela contém apenas 10% de umidade.

Veja o que você pode fazer para aumentar o consumo de água do seu bichano:

  • Colocar gelo na água, isso pode despertar o interesse dele
  • Dar ração várias vezes ao dia, pouca quantidade, toda vez que o gato come ele sente sede
  • Água sempre fresca
  • Dar água na torneira, se possível.
  • Vasilhas não tóxicas

Tente outras ideias, tudo depende do relacionamento que você tem com o seu gato.

  1. Evite alimentos industrializados

Esse assunto provavelmente você já deve ter visto ou lido em algum lugar, mas não custa reforçar, evite dar alimentos industrializados, principalmente sachês ou rações que contenham muito sódio. Em grande quantidade, isso pode prejudicar os rins do seu gato de maneira irreversível.

Há gatos que gostam de frutas e legumes, explore isso, ou faça seu próprio patê ou ração caseira e vá alternando com a alimentação saudável, você verá o resultado em poucos dias.

  1. Fique atento a mudanças no comportamento

Um gato geralmente segue uma rotina, como comer em determinado horário, gostar de deitar sempre nos mesmos pontos da casa, etc. Mudar algo drasticamente pode influenciar na interação do animal com seus donos.

Qualquer mudança no comportamento do animal deve ser analisada, pois alguma coisa está acontecendo, pode ser algo psicológico ou físico.

Antes de sair correndo ao veterinário, avalie um pouco seu gato, se está comendo direito, bebendo água, onde e como está dormindo, essas observações podem ajudar a identificar a origem do problema.

  1. Higiene bucal do seu gato

Essa é uma questão que alguns donos deixam passar batido, o cuidado com a higiene bucal do seu gato não serve apenas para livrá-lo do mau hálito, mas evitar problemas sérios, que podem alterar o comportamento do seu gato e estressar ele.

Se um dente, por exemplo, inflamar por má higiene, ele não vai querer comer por causa de dores e logo ficará desidratado ou fraco, e isso pode desencadear uma série de problemas.

Fale com seu veterinário, ele vai explicar como escovar os dentes do seu gato, não é fácil, já aviso, mas é necessário.

  1. Uso excessivo de anti-parasitas

Nada melhor que deixar seu gato livre de qualquer parasita, mas o excesso, apesar de parecer inocente, pode fazer mal a saúde do seu gato.

A exposição prolongada pode causar problemas no futuro, é importante avaliar a necessidade e frequência de aplicação, como por exemplo “seu gato está se coçando muito” Ou “ele está tendo contato com outros animais?”.

Você pode controlar as aplicações, também pode conversar com o veterinário a respeito e saber mais detalhes sobre a exposição prolongada a vermífugos e anti-parasitas.

  1. Atividades com seu gato

O fato do gato ficar apenas dentro de casa, pode fazer com que sinta entediado e estressado, fazendo com que desconte nos seus móveis, para evitar esse tipo de situação, você pode comprar brinquedos.

Assim como cães, gatos também possuem brinquedos, diferentes, mas estimulam seu extinto e ajudam a gastar energia.

Um gato “sedentário” pode desenvolver problemas no coração, além disso as atividades físicas com seu gato ajudam a manter o temperamento calmo.

Viu como é bem simples? Às vezes pequeno detalhes nossa rotina podem acabar fazendo com que nossos gatinhos vivam mais e com mais qualidade de vida!

Depois , se quiser saber como ter um gatinho ainda mais saudável e com potencial de viver até dobro da expectativa de um gato doméstico, recomendo que dê uma olhada no Programa Guia Para um Gato de 14 Vidas.

Esse é o único programa que desmascara as mentiras e lendas da mídia com os cuidados que se deve ter com os gatos, mostra o que seu gato realmente pensa e te dá receitas naturais, ensinando o que verdadeiramente deve ser feito para cuidar dos felinos, e isso tudo sem precisar gastar uma fortuna com rações ruins que você não sabe como são feitas.

Interessou?

Então CLIQUE AQUI, conheça e participe!

Também já aproveite e se junte a minha causa:

Meu objetivo é ter conosco 20.000 donos de gatos dando uma vida mais longa e saudável para seus gatinhos e nos ajudando a acabar com esse preconceito que a sociedade tem com eles.

E aí, vamos participar?!

Até Mais!
-Felipe

Photo Credits: Joel Olives

1 Comentário


  1. Olá, Mei. Não sei exatamente de quais veterinários você quis se referir… Mas os veterinários especializados não pensam dessa forma não. Inclusive se quiser dar uma olhada em http://feline-nutrition.org/ vai ver que vets especializados unicamente em nutrição em felinos fortemente recomendam o alimento mais natural possível, ok?

    Se a gente parar pra pensar vamos ver que faz todo o sentido. Felinos são carnívoros e na natureza vivem por muitos anos com a alimentação natural que caçam. Talvez o que você quis dizer por “sachê” seja o alimento úmido. Aí sim é recomendável, para ajudar na ingestão de líquidos. Mas isso também deve ser feito incluindo a alimentação natural na dieta.

    Espero ter esclarecido as dúvidas. Precisando de qualquer coisa é só chamar. =)

    -Felipe.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *