10 Curiosidades Sobre A Raça Maine Coon

Tempo de leitura: 7 minutos

10 curiosidades sobre a raça Maine Coon

Veja as 10 curiosidades sobre a raça Maine Coon, você vai se surpreender!

Índice da matéria ‘10 curiosidades sobre a raça Maine Coon’:

  1. Eles são animais gigantes.
  2. Eles têm histórias de origem diversas
  3. Eles são “vestidos” para o inverno.
  4. Nem todos os gatos Maine Coon são marrons.
  5. Eles amam a água.
  6. Eles são populares no Maine – e em todos os lugares.
  7. Um Maine Coon estreou nos filmes de Harry Potter.
  8. Um Maine Coon foi clonado comercialmente.
  9. Maine Coon foi o maior gato do mundo.
  10. Alguns Maine Coons têm seis dedos.

10 curiosidades sobre a raça Maine Coon

Graças a seus corpos consideráveis e sua natureza sociável, os Maine Coons são conhecidos como os “gigantes gentis” dos gatos. Aqui estão 10 curiosidades sobre a raça Maine Coon, um dos maiores felinos domesticados do mundo.

1 – Eles são animais gigantes.

Há uma razão pela qual algumas pessoas têm confundido o Maine Coons com linces – eles são enormes!

Maine Coons  pesam de 5 a 12 quilogramas (fêmeas) e 8 a 16 quilogramas (machos).

Algumas pessoas gostam de dizer que os Maine Coons são a maior raça de gatos, mas na verdade eles estão em algum lugar entre os Norwegian Forest Cats, que pesam até 16 quilogramas, e os Ragdolls, que podem pesar até 20 quilogramas.

Essa é uma das 10 curiosidades sobre a raça Maine Coon mais marcantes.

2 – Eles têm histórias de origem diversas

Como o nome sugere, os gatos Maine Coon são nativos do Pine Tree State. Graças a seus pelos que parecem casacos marrons e caudas grossas, uma explicação popular (mas cientificamente infundada) para a origem da raça é que ela resultou de gatos domesticados semisselvagens que se acasalaram com guaxinins.

Outra teoria é que os Maine Coons são descendentes de seis gatos de estimação da rainha Marie Antoinette.

Esta embarcou para Wiscasset, Maine, enquanto planejava sua fuga da França durante a Revolução Francesa.

Uma história menos intrigante – mas mais plausível – é que esses gatinhos peludos se originaram de gatos domésticos de pelo curto que se reproduziram com gatos de pelo longo.

Eles podem ter sido levados para a América pelos Vikings ou marinheiros europeus que ancoraram na Nova Inglaterra durante os anos 1700.

Como os testes genéticos indicam que os Maine Coons são na verdade descendentes tanto do gato norueguês da floresta quanto de uma misteriosa raça doméstica extinta, os vikings provavelmente são os responsáveis.

3 – Eles são “vestidos” para o inverno.

O Maine Coons evoluíram para sobreviver a invernos rigorosos, desenvolvendo características como grandes patas tufadas que servem como “raquetes de neve” e uma cauda grossa e espessa que pode envolver seus corpos quando está frio.

Sua característica principal é um casaco denso de pelos e repelente à água, que fica mais longo na área do estômago.

Essas seções desgrenhadas aquecem a parte inferior do corpo de um Maine Coon quando ele se senta ou atravessa o gelo ou a neve.

O pelo fica mais curto nos ombros, permitindo que os gatinhos fujam pela floresta sem serem capturados por galhos de árvores ou arbustos.

Veja Também: Gato Persa – Mal Humorado ou Excelente Companheiro?

 

4 – Nem todos os gatos Maine Coon são marrons.

Acredita-se que Maine Coons seja um sinônimo de seus pelos que parecem casacos marrons e semelhantes a guaxinins. Eles realmente vêm em todos os tipos de cores e padrões.

Mas os donos do Maine Coon não criam gatos com lilás, chocolate ou coloração de Siamês. A Associação dos Criadores de Gatos (CFA) desqualifica essas cores, já que elas indicam a hibridização.

5 – Eles amam a água.

Talvez seja devido a seus casacos densos e repelentes à umidade, mas, por algum motivo, os Maine Coons amam a água. Enquanto outros gatos vão ficar longe de uma banheira cheia, um Maine Coon provavelmente vai pular nela.

Água é uma delícia, não é mesmo? 

6 – Eles são populares no Maine – e em todos os lugares.

O Maine Coon foi criado como o gato oficial do estado do Maine em 1985, mas também é amado pelos amantes de gatos em toda a América (e, claro, no Brasil). Em 2015, os Maine Coons foram a terceira raça mais popular nos EUA, de acordo com as estatísticas de registro do CFA. Eles também são valorizados no Japão e na Europa.

São tão lindos quanto você possa imaginar!

7 – Um Maine Coon estreou nos filmes de Harry Potter.

Uma gata Maine Coon chamada Pebbles foi uma das três gatinhas a interpretar a felina de estimação de Argus Filch, Mrs. Norris (Madame Nora), nos filmes de Harry Potter. Pebbles era uma gata castrada, que treinadores de animais “descobriram” em um gatil no sudoeste da Inglaterra.

Ela supostamente não reagiu tão bem ao treinamento complexo quanto os outros atores gatos do filme. Mas ela era ótima em andar pelo set e parar no comando. Lembra daquelas fotos da Madame Nora andando pelos corredores de Hogwarts?

8 – Um Maine Coon foi clonado comercialmente.

Em 2004, um Maine Coon chamado Little Nicky tornou-se o primeiro animal de estimação a ser clonado comercialmente. Depois que Little Nicky morreu aos 17 anos, sua dona da área de Dallas, Julie (que se recusou a dar seu nome completo aos meios de comunicação), salvou seu tecido em um banco de genes.

Ela pagou US $ 50 mil para fazer com que a Genetic Savings & Clone, Inc., sediada na Califórnia – uma polêmica empresa dedicada à clonagem de cães e gatos – transplantasse o DNA de Little Nicky para um óvulo. Um gato substituto carregava o embrião e dava à luz um gatinho de aparência e temperamento semelhantes ao gatinho de Julie.

De acordo com entrevistas em jornais, Julie era uma cliente feliz. No entanto, ela não irá conseguir ter uma Little Nicky III tão cedo. A Genetic Savings & Clone, Inc. – que fez manchetes globais pela produção do primeiro gato clonado, em 2001 – encerrou em 2006, supostamente por razões financeiras.

9 – Maine Coon foi o maior gato do mundo.

Stewie, um Maine Coon de 8 anos, detinha o Recorde Mundial do Guinness para o gato doméstico mais longo do mundo antes de sua morte por câncer em 2013. Quando totalmente esticado, Stewie mediu 48,5 polegadas da ponta do nariz até o final de sua cauda.

Veja Também: Gatos Gigantes: Veja Quais São As Raças e Todas As Curiosidades

Essa é uma das 10 curiosidades sobre a raça Maine Coon bastante relevantes!

10 – Alguns Maine Coons têm seis dedos.

Maine Coons às vezes também tem seis dedos.

No início do desenvolvimento da raça, os Maine Coons eram frequentemente polidáctilos, o que significa que eles nasceram com apêndices extras em suas patas.

Alguns especialistas estimam que até 40% dos primeiros Maine Coons tinham essa característica.

Ela surgiu de uma mutação genética, que algumas pessoas dizem que ajudou os gatos a usarem suas patas como “raquetes de neve naturais” durante os nevados invernos no Maine.

Graças à ascensão das associações de criadores de gatos, que desqualificaram os polidáctilos de competir na classe de raça pura, a característica acabou sendo vista como indesejável.

Os proprietários deixaram de reproduzir os Maine Coons polidáctilos e os gatinhos de 6 dedos diminuíram gradualmente em número. No entanto, algumas ninhadas de raça não-pura ainda produzem Maine Coons com “dedos extras”.

Você sabia dessas curiosidades sobre a raça Maine Coon? Algumas são mais conhecidas, outras nem tanto, mas certamente fazem desses gatinhos, cada vez mais encantadores.

Esse gato tem uma expectativa de 14 anos, quer dobrar essa expectativa? Conheça Guia para um gato de 14 vida, que fala dos cuidados certos que se deve dar aos gatos que torna possível que um gato viva até o sobro da expectativa esperada.

Compartilhe esse post em suas redes sociais, espalhe o amor pelos gatos e obrigada por ter lido!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *