Se Você Vir Seu Gato Fazendo Isso, Vá Para o Veterinário Imediatamente. Você Pode Provavelmente Salvar a Vida Dele

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O nosso dia a dia é tão corrido que muitas vezes não prestamos atenção nos pequenos sinais, aqueles mais sutis, da saúde dos nossos gatos. Mas é importante fazermos um esforço, ainda mais quando eles mudam de comportamento.

Alguns são tão pequenos que mesmo os donos ou criadores mais experientes podem não notar.

Mas tentar reconhecer esses sinais o mais rápido possível pode ser o determinante entre a vida e a morte do seu peludinho.

Por acaso já notou seu gatinho fazendo algo assim?

Se você perceber em algum momento seu gatinho fazendo isso, corra para o veterinário!

Esse comportamento quase que compulsivo do seu gato de encostar a cabeça por um tempo longo é chamado de “Síndrome de Pressionamento da Cabeça”, pode parecer até engraçado na hora, mas a saúde do seu gato pode estar sério risco!

A mudança no comportamento acontece por uma falha no fígado dele e o sangue vai acumulando substâncias que fazem mal ao organismo, como Amônia, um dos principais agentes causadores da Síndrome.
Além da falha hepática, algumas outras condições que podem causar esse problema, por isso é bom estar alerta. Elas são:

  • Dano ao sistema nervoso;
  • Toxinas presente no corpo do animal;
  • Tipos infecciosos de meningite e encefalite (inflamação do cérebro);
  • Hidrocefalia (água no cérebro);
  • Danos causados a cabeça por acidente.

A professora Karen Munana, da Universidade de medicina veterinária da Carolina do Norte, alerta para a necessidade de levar o gato ao médico o MAIS RÁPIDO POSSÍVEL! Não é exagero dizer que a rapidez do atendimento pode ser o que vai salvar a vida do seu gato!

Ela explica, ainda, que a doença pode afetar gatinhos de todas as idades, inclusive os bem novinhos. Mas, felizmente, os gatos que são levados rapidamente sobrevivem.

 

Outros sintomas:

Embora a síndrome seja apenas um sinal comportamental do seu gato, há outros sintomas que podem ser vistos como:

  • Perda de peso
  • Grande quantidade de urina
  • Icterícia (amarelamento de olhos e gengivas)
  • Consumo excessivo de água
  • Reflexos irregulares
  • Andar em círculos

Vacinar o seu gato também ajuda a combater outras doenças oportunistas.

É super importante ficar alerta às mudanças nas atitudes do seu felino. Assim como o corpo humano indica que está doente, apresentando manchas na pele por exemplo, as doenças nos animais são refletidas no comportamento.

Atenção para não confundir quando seu peludinho esfrega a cabeça em você ou nas coisas. Isso pode e é sinal do carinho dele por você. =)

Fonte: PetMDDogheirs

 

 

O que mais você pode fazer para ter um gato cada vez mais saudável?

Talvez você ainda não saiba, meu nome é Felipe, muito prazer. =)

Desde que meu gato, Odin, quase morreu por uma série de coisas que eu, sem saber, estava fazendo, eu resolvi pesquisar sobre absolutamente tudo que envolva saúde felina.

Ele não teve essa doença aí de cima. Essa foi só uma das dicas que eu descobri durante essa pesquisa que achei que você deveria saber para se adiantar aos sintomas.

Normalmente a gente acha que nossos gatinhos vão viver 10, 12, se tivermos muita sorte, 15 anos, não é? Mas isso não precisa ser assim!

Temos diversos relatos de gatos que passam facilmente dos 30 anos de idade! Veja por exemplo aquiaqui e aqui.

Isso realmente foi uma surpresa… Foi quando eu comecei a me perguntar…

Então por que os gatos de hoje não vivem mais?

E ainda mais, como no passado eles eram mais saudáveis sem acompanhamento veterinário, sem câncer, sem diabetes!?

E foram essas dúvidas que me levaram a minha pesquisa.

Depois de muito estudo e conversar com diversos especialistas, eu tinha um conteúdo de informações tão grande e, na minha opinião, tão útil a outros donos de gatos, que, também atendendo a pedidos, eu resolvi criar o site.

Se a vida deles poderia ser mais do que o DOBRO da média, porque não passar a informação que vai proporcionar isso adiante?

Mas nem todo mundo tem tempo para ficar checando o site diariamente, certo? Isso me deixou com um dilema.

“Como passar essas informações das pessoas, usando o mínimo do tempo delas?”

Aí eu pensei: “Bom, com a facilidade dos celulares, todo mundo tem e-mail e pode checar a qualquer momento!”

Então eu criei uma lista de e-mail pra te passar tudo que eu sei (e não é pouca coisa) para ter um gato vivendo mais do que o dobro da expectativa!

Caso você queira, pode deixar seu e-mail abaixo e receber todas as dicas direto na sua caixa postal!



Ah! E não precisa se preocupar. Eu também ODEIO spam. Eu garanto a você que não foi pra isso que a lista foi criada.

Você pode esperar algumas mensagens com dicas e NO MOMENTO que elas deixarem de ser úteis, você pode só clicar opção “descadastrar” que há no final de cada e-mail, ok? =)

Por lá mesmo eu já te passo o que eu gosto de chamar de “Os 3 pilares pra uma vida mais longa e saudável”.

E vou te mostrar como 3 aspectos simples podem trazer muito mais qualidade de vida pro seu bichano.

Bem legal, né?

Mas a gente se fala por lá. 😉

Nesse meio tempo, você pode me fazer um favor ENORME?

Pode compartilhar esse artigo no Facebook pra alertar seus amigos e outros donos de gatos desse perigo?

Quem sabe um deles tá passando por isso sem saber…

Clique na imagem para compartilhar (e muito obrigado!):

 

Ah! E não esquece de se cadastrar na lista de e-mails e receber todas as dicas que comentamos e muitas outras, tá?

À propósito, você já conhece meu Guia sobre vida felina?

Ele foi criado pra agrupar dicas de Alimentação Saudável para felinos, Dicas de brincadeiras que eles adoram, Receitas naturais simples de fazer e algumas outras coisas.

De tanto ficar passando de uma em uma, ficou mais prático botar tudo em um lugar só, rsrs.

Se quiser, pode clicar e saber mais sobre ele AQUI.

Até mais.

Abraços!
Felipe Fagundes
Idealizador do Paixão por Gatos.

4 Comentários


  1. Olá… Domingo passado tirei um gatinho da rua. Garoava e me disseram que ele estava na rua a dias. Gato fica resfriado?? Ele está espirrando muito, seus olhos remelam e limpo 3 a 4 x por dia. Toma água, come bem, e já aprendeu a usar a caixinha de areia. Está melhor do que quando chegou mas não tenho dinheiro agora para levar ao veterinário. O que posso fazer???

    Responder

    1. Oi, Regina. Antes de mais nada, PARABÉNS PELA ATITUDE! Precismos de mais gente como você nesse mundo.

      Respondendo a sua pergunta, sim. Eles ficam resfriados. A causa primária, assim como é com a gente, começa com uma infecção viral seguida de uma infecção bacteriana. Não vou mentir, se ele tá bebendo água e comendo, é um excelente sinal! Mas você vai precisar levá-lo ao veterinário na primeira oportunidade. Pode procurar na internet por atendimentos a preços populares ou até gratuitos em algumas faculdades e universidades, ok? Digo isso especialmente porque ele vai precisar de antibióticos para a parte bacteriana (a parte viral geralmente é resolvido com o próprio sistema imunológico).

      Nesse meio tempo você vai fazer o seguinte:

      – Manter olhos e nariz livres de secreções usando um paninho úmido com água morna;
      – Continuar reparando a alimentação. É importante que ele continue comendo;
      – Incentivar a beber água, inclusive deixando sempre água fresca;
      – NUNCA medicar seu gato por conta própria! Medicações humanas são tóxicas para os gatos;

      E, de novo, levar ao veterinário na primeira oportunidade, ok? Precisando de qualquer coisa é só chamar!

      Abraços,
      Felipe.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *