Como Fazer Para Viajar Com Gatos

Tempo de leitura: 6 minutos

Como fazer para viajar com gatos

Há pouco mais de uma semana, a mamãe Jaqueline Adames nos escreveu querendo dicas para viajar com seu Gatinho. Então aproveitei a oportunidade e escrevi essa matéria. Espero que ajude outras donas a fazer uma viagem tranquila. =)

Em primeiro lugar, a família nunca estará completa se um integrante dela não estiver participando de uma viagem, não é mesmo? Nós sempre vemos pessoas viajando com seus cachorros e é tão difícil encontrar pessoas que gostam de viajar com os seus felinos. Por isso irei te mostrar nesse artigo como fazer para viajar com gatos. 

Mas há um motivo bem simples porque muitas pessoas não costumam viajar com os seus gatos e aqui vão alguns deles:

  1. Os gatos não gostam de mudanças na rotina, para alguns deles essa mudança pode ser bem estressante
  2. Os gatos são animais bem caseiros, não são acostumados com excesso de movimentação, pessoas estranhas

É claro que para cada gato existe a sua exceção, podem existir gatos que adoram andar de carro, passear, conhecer novas pessoas e estar em um ambiente diferente.

Como Fazer Para Viajar Com Gatos

Cuidados para ter antes de viajar com seu gato

Antes de tudo, você precisa primeiramente consultar o médico veterinário do seu gato, confirmar se tudo está adequado com a saúde dele e acima de tudo, verificar se a vacinação dele está em dia.

Muitos locais exigem certas vacinações nos animais, principalmente em viagens no exterior, esse é um cuidado que o seu gato precisa ter.

O segundo cuidado é com a caixa transportadora, geralmente todo gato possui a sua própria caixa, que é um local que ele irá se sentir mais seguro, pois terá o cheiro dele. E caso você queira aumentar mais ainda a segurança, pode colocar alguma peça que tenha o seu cheiro lá dentro também.

O terceiro ponto pode ser o mais importante de todos sobre como fazer para viajar com gatos. Não basta apenas separar todos os materiais da viagem e ir em qualquer hotel que vê pela frente. Infelizmente muitos hotéis não aceitam animais. Mas essa missão é fácil de resolver, é só telefonar para os hotéis e ver quais aceitam ter a presença do seu gato.

O quarto ponto é alimentar o seu gato antes da viagem, caso ele tenha problemas ao viajar, como enjoo, medo e outros problemas, o ideal é que você converse novamente com seu veterinário para ver as medidas que deve ter.

E por fim, se você for viajar para o exterior, converse com um consulado ou uma embaixada para ver quais são as exigências. Muitos países exigem a sorologia da raiva, que é um exame relativamente caro.

Preparando a caixa de transporte

O que você pode fazer pra deixar a viagem menos desagradável pra ele é tomar algumas precauções de médio prazo. Explico:

Você pode tornar a caixinha de viagem um lugar que ele adore! Em casa, em datas não relacionadas a viagens, forre com pelúcia, deixe brinquedos, esconda guloseimas, etc.

Ele vai associar “Hey! Só coisa boa vem dali!” e a caixa não vai ser um desafio psicológico pra nenhum dos dois. 

⇒ Leia também:  Vídeo Ensina Como Fazer Seu Gato Viver Até o Dobro da Expectativa de Vida Esperada

Como fazer para viajar com gatos de carro?

Antes da viagem, faça o seu gato se acostumar com o carro, dê umas voltas próximas ao local onde você mora e também deixe-o explorar o carro.

É importante colocar a caixa de transporte em um local seguro, sempre presa ao cinto de segurança para evitar acidentes e também em um local em que o gato consiga ter contato visual com você ou outro integrante da família.

Caso você queira deixá-lo fora da caixa, não tem problema, mas tenha certeza que o percurso que você fará é seguro ou que ele esteja com uma coleira. Ainda comentando sobre as coleiras, sempre tenha uma identificação na coleira e na caixa de transporte.

Posso alimentar meu gato durante a viagem?

A grande resposta aqui é: depende! Quantas horas vai durar a viagem? Seu gato vai estar preso o tempo todo? No caso da mamãe Jaqueline seriam 9 horas de viagem de avião, onde o peludo não sairia da caixa de transporte.

Em casos de viagens longas (especialmente onde o gato vai estar no transporte o tempo todo) não é recomendável dar comida ou água, luz antes ou mesmo durante a viagem, por um motivo simples: quem aguenta prender a vontade de ir ao banheiro por HORAS? Não é confortável e nem recomendável…

Se a viagem for curta ou seu gato for livre no caminho (uma viagem de carro, com um gatinho calmo, por exemplo) isso pode ser feito sim, sem problemas. 

Se for o caso, quando o seu gato está acostumado com a sua rotina de alimentação é bem provável que ele sinta fome durante o trajeto, para isso, não esqueça de levar:

  • Uma quantia de ração
  • Garrafa com água
  • Os potinhos onde o gato se alimenta
  • Caixinha de areia
  • Sacos plásticos

Como viajar com meu gato de avião?

É importante para saber como viajar com seu gato de avião conversar com a companhia aérea para ver se elas aceitam animais, qual é o limite de animais, etc. Muitas companhias acabam taxando pessoas que levam seus animais! Principalmente pela questão do peso de cada animal.

Na medida do possível, evite fazer voos que tenham várias conexões, isso pode ser estressante para o seu gato. E sempre escolha companhias que tenham uma área específica para o transporte de animais, pois algumas os levam na área de cargas, que pode ser estressante.

Algumas companhias permitem que o tutor tenha contato com o seu gato no local que ele ficará abrigado durante o voo. Caso isso não ocorra, faça o possível para deixar o seu gato em conforto como:

  • Deixando um bebedouro na caixa
  • Deixando os brinquedos favoritos do seu gato
  • Cobertinhas ou alguma peça que tenha o seu cheiro

Além do mais, não esqueça de deixar seus dados na caixa de transporte, sendo eles:

  • Nome
  • Endereço
  • Telefone de contato
  • Foto do seu gato
  • Nome do seu gato

E cobre caso seja esquecido, a identificação de ANIMAL VIVO na caixa transportadora! Mas geralmente as companhias aéreas não esquecem de colocar essa identificação.

Essas são as principais medidas e principais cuidados que você deve ter no momento de viajar com o seu gato. É claro que pode ser um momento incrível para você e sua família, mas lembre-se, fique de olho na personalidade do seu gato, pois, alguns deles podem não gostar de realizar viagens. Só lembre de tomar os mesmos cuidados para a volta, ok?

Photo Credits: Michael Russell

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *