Como Adestrar Um Gato

Tempo de leitura: 4 minutos

Como adestrar meu gato

Os gatos são animais extremamente inteligentes, porém, a questão do adestramento possui suas particularidades em relação a um cachorro. Mas isso não é um fator negativo. Muitas pessoas nos mandam e-mails perguntando “Como adestrar meu gato?” ou “posso adestrar meu gato?”, e a resposta é que você pode (assim como deve) adestrar seu gato.

E muitas vezes você já deve ter adestrado seu gato sem querer, quando ele está arranhando o sofá, escalando nas cortinas, o comando negativo de “não” já pode ser entendido como uma maneira de adestramento. Nesse caso o gato sabe que aquilo que ele está fazendo não está correto, então irá obedecer a ordem do seu dono.

Como Adestrar Meu Gato

Quando posso começar a adestrar meu gato?

Aqui entra a primeira particularidade em relação aos cachorros. Os gatos conseguem aprender de maneira mais fácil quando eles são filhotes. Não que quando eles são adultos não vão aprender nada, mas o período ideal é durante a infância.

Quando o gato é mais velho esse adestramento pode ser um pouco mais complicado, pois os gatos podem ser um pouco teimosos e rejeitar o adestramento.

Mas não pense que o adestramento será uma tarefa difícil, afinal, o momento do adestramento será um período que você ficará mais próximo do seu gato. E definitivamente ele irá adorar essa proposta!

Esse sem dúvida é um momento que você deve aproveitar para se distrair junto com o seu gatinho, e consequentemente vocês se amarão cada vez mais! Será divertido para ambos, além de estimular o seu felino também.

Conteúdo VIP

Coloque o seu de email abaixo para receber gratuitamente dicas exclusivas!>

Quais são as técnicas de treinamento e adestramento para gatos?

Antes de começarmos falando das técnicas, tenha em mente que você vai precisar ter muita paciência na hora de adestrar o seu gato!

Mas para conseguir amolecer o coração dele sempre tenha petiscos junto com você. E de preferência os petiscos favoritos dele, pois a recompensa será um estimulo positivo e se for algo que ele gosta, melhor ainda!

Além dos petiscos algo fundamental para o adestramento é usar palavras positivas. A combinação dos dois vai facilitar muito o adestramento, assim como sempre dizer o nome do seu gato.

  1. Ensine um comando por vez quando for adestrar seu gato

Quando a gente descobre diversas técnicas de adestramento para gatos, queremos sempre testar todas. Porém, não devemos encher o cérebro do nosso gatinho de informações, por isso, um adestramento de cada vez!

Vamos supor que você queira ensinar o “vem” ou “fica”, esse comando pode ser aprendido no momento das refeições. Assim o comando vai ser repetitivo e será mais fácil do seu gato aprender. Quando ele aprender, aí sim você pode iniciar outro comando.

  1. Diminua o espaço do gato durante o adestramento

Se a sua casa ou seu apartamento for muito grande e você quer iniciar a sessão de adestramento para seu gato, escolha um ambiente pequeno para ficar junto com o seu felino nesses minutos.    

Porque se o ambiente for muito grande o seu gato pode não querer interagir somente com você, e sim com as outras coisas que estão ao seu redor.

Dessa maneira também fica fácil de ensinar o comando “vem”, até mesmo com o petisco favorito dele. Como ele não terá muita escapatória, ele sempre irá obedecer ao seu comando, principalmente se for para ganhar carinho.

  1. Sempre recompense o seu gato ao adestrá-lo

Novamente, na hora de adestrar gatos a recompensa será sempre um estímulo positivo, e com ela o felino terá mais facilidade para aprender, e até mesmo os seus comandos serão mais convincentes.

E se você quiser usar do momento das refeições, também está valendo! Sempre pegue alguns minutos antes do momento que seu gato come e utilize da comida dele para fazer o comando que quiser.

No guia para um gato de 14 vidas há um detalhamento bem mais completo sobre adestramento para gatos, com as técnicas ensinadas lá e com as dicas que você pode conferir nesse vídeo, não só é possível fazer com que você fique mais próximo do seu gatinho, mas também aprenderá técnicas que podem fazer com que ele viva até o dobro da expectativa esperada. E não pense que o adestramento se encaixa apenas nos comandos de senta, fica, vem, dá a patinha. Você pode assim como deve usar o adestramento para evitar comportamentos indesejáveis do seu gato.

Já adestrou seu gatinho ou ensinou comandos a ele ? Deixe aqui nos comentários outras dicas e suas experiências no assunto! 😉

4 Comentários



    1. Minhas gatas, são educadas e ao longo do tempo, aprendemos juntas a ter uma convivência tranquila. Como somos sozinhas e não aprecio visitas, elas são bem calmas. Converso muito com as duas, trato como se fosse uma pessoa e com isso consigo milagres. Verifico que a passagem das luas, elas ficam um pouco mais agitadas, então, faço uso dos florais. Faço meditação diariamente, elas deitam cada uma de um lado e permanecem estáticas até terminar a música é minha meditação. Minhas gatas são metódicas e não gostam de mudanças, respeito essa postura e elas me retribuem com carinhos e chamegos . Sou felicíssima com minhas gatinhas, são os anjos que o céu me deu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *