5 Motivos Para Manter as Vacinas do Gato em Dia

Tempo de leitura: 4 minutos

Vacinação Para Gatos

5 motivos para manter as vacinas do gato em dia

Quando você adota um felino, provavelmente se questiona a respeito da vacinação para gatos.

Algumas pessoas consideram que vacinar os seus gatos é só uma despesa a mais, além do que desnecessária pelo fato de que irão manter o animal somente dentro de casa.

Mas a verdade é outra. As vacinas irão poupar os donos de outros gastos com tratamento de doenças em seus próprios gatos ou em si próprios!

Para que você possa compreender melhor essa questão, compilamos uma lista com os cinco motivos para manter as vacinas do seu gato em dia.

Vamos lá conferir, então?

#1. A vacinação para gatos serve para proteger o seu gato de estimação

Muitas doenças são comuns em todas as raças de gatos. Dentre estas doenças destaca-se a raiva. Mas essas doenças podem ser evitadas simplesmente vacinando o seu gato.

Dessa forma, o primeiro motivo para manter as vacinas do seu gato em dia é proteger o seu animal de estimação de doenças comuns, a exemplo da raiva que faz com que seu gato apresente alguns sintomas como a baba e a paralisia, e venha a morrer.

 

#2. A vacinação para gatos serve para proteger você e sua família

Embora algumas doenças sejam específicas de gatos e assim não são transmitidas às pessoas, saiba que outras doenças, a raiva por exemplo, é uma ameaça imediata para você e sua família.

Mas, não é somente as pessoas da sua casa que estão vulneráveis a essas doenças. As demais pessoas que tiverem contato com o animal ou ao menos passarem por perto poderão adoecer.

Isso porque algumas doenças dos gatos são do tipo zoonóticas, passam desses animais para as pessoas. A raiva é um exemplo disso.

A raiva nas pessoas pode até ter cura se tratada com antecedência. Porém, a prevenção deve ser feita ao manter as vacinas do seu gato em dia.

 

#3. A vacina para gatos evita você tomar uma decisão difícil

Quando um gato contrai uma doença, seu dono precisa tomar alguma decisão que por vezes é considerada difícil. Por exemplo:

– colocar o gato em quarentena por longos períodos, e isso pode exigir pagamento de muito dinheiro para manter o animal internado e pagar medicações;

– induzir ao coma e em seguida a morte do animal, sendo que esta é a decisão mais dolorosa e difícil.

Porém, se você mantém as vacinas do seu gato em dia, a necessidade de tomar essas decisões são incrivelmente menores.

Primeiramente porque caso seu gato contraia alguma doença, o tempo que passar em quarentena ou em tratamento poderá ser bem curto.

Por outro lado, seu gato poderá restabelecer-se, o que dispensar a necessidade de executá-lo.

Conteúdo VIP

Coloque o seu de email abaixo para receber gratuitamente dicas exclusivas!>

#4. A falta de vacina é um procedimento ilegal no Brasil

Um dos motivos para você manter as vacinas do seu gato em dia é o fato de existir uma lei brasileira obrigando e isso.

Dessa forma, por mais que você queira não vacinar seu gato, estará obrigado a fazer. Caso contrário, você poderá levar uma multa e sofrer outras sanções.

Cabe destacar que a lei obriga a vacinação para gatos e também a revacinação anualmente em todos os felinos.

 

#5. A vacina para gatos é para prevenir doenças e não para fazer a cura

O que as vezes as pessoas não entendem é que as vacinas para gatos são indicadas para os bichanos que estão saudáveis, e não aqueles que já estão doentes!

Aliás, vacinar um gato doente é um erro gravíssimo, além do que a vacina certamente não fará efeito algum.

Dessa forma, se você quer sempre ter o seu gato de estimação com muita saúde, então o segredo é manter as vacinas do seu gato em dia!

Quer saber mais sobre vacinação para gatos, saúde dos felinos e todos os tratamentos corretos que se deve dar aos bichanos para que eles vivam até o dobro da média esperada e com muito mais felicidade? Dá uma conferida no Guia Para Um Gato de 14 Vidas! Tenho certeza que você vai adorar!

Abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *